A Embaixada de Portugal em Pequim recomenda a melhor atenção a todos para a informação que vai sendo divulgada publicamente sobre a evolução do Coronavírus 2019-nCoV.

Deverá ter-se em consideração a rápida e imprevisível evolução dos acontecimentos, nomeadamente a possibilidade de as medidas de quarentena serem alargadas para fora da Província de Hubei.

Não dispomos, neste momento, de uma previsão temporal para o término do risco associado à rápida propagação do Coronavírus 2019-nCoV.

Sublinhamos que a evolução da situação é muito rápida e que as decisões das autoridades chinesas em impedir a circulação de transportes ou de implementar medidas de quarentena não são comunicadas com antecedência e têm aplicação praticamente imediata. 

Pequim, 26 de janeiro de 2020

  • Partilhe