A Secção para a Economia, Comércio e Investimento tem por fim apoiar  as relações económicas entre Portugal e a República Popular da China, seja pela via das trocas comerciais ou pelo investimento.

 

 

Ficha de mercado

A China regista o segundo maior produto interno bruto mundial, em termos nominais, a seguir aos Estados Unidos da América e situa-se na primeira posição em número de habitantes.Embora se tenha verificado um certo abrandamento nestes últimos anos, a economia da China vinha registando taxas de crescimento consideráveis como resultado da reestruturação económica e da sua inserção no contexto internacional. No entanto, está a verificar-se uma mudança, em termos estruturais, na economia chinesa, passando de uma economia baseada na vertente industrial e nas exportações para uma situação em que o consumo interno e os serviços passam a ser importantes motores do seu crescimento económico.

O país foi o 2º importador mundial de bens e de serviços em 2018. A China ocupou a 4ª posição como recetor mundial de investimento direto estrangeiro e a 8ª como emissor, em termos de stock total em 2017.

Em termos do relacionamento económico bilateral, o mercado chinês tem maior relevância como fornecedor do que enquanto cliente de Portugal. Esse país ocupou a 13ª posição no ranking de clientes das exportações portuguesas de bens em 2018, situando-se no 6º lugar enquanto fornecedor.

 

Guia prático de acesso ao mercado

Acesso ao guia

 

Mais informações

 

Contactos:

8 Dong Wu Jie, San Li Tun, Chaoyang District, Beijing 100600.                 
Telefone: +86 10 65320401
Fax: +86 10 65326746
E-mail: aicep.beijing@portugalglobal.pt

Responsável: João Falardo

 

 

 

 

  • Partilhe